Sua casa é bonita, bem decorada e bastante funcional. Porém, você sente que ainda falta algo para tudo ficar perfeito. Eis que surge a grande ideia: adotar um bichinho de estimação! Mas calma lá! Antes de pensar em ter gato ou cachorro em apartamento, é imprescindível preparar o lar de maneira adequada.

Afinal, os pets serão como novos membros da família e, por isso, demandarão alguns cuidados específicos para manterem-se confortáveis, saudáveis e protegidos. Quer saber quais são esses cuidados? Então acompanhe este passo a passo de como preparar a casa para receber animais com segurança e muito carinho!

Escolha o pet que mais combina com você

Não é à toa que esta é a dica número um da lista! Quando pensamos em ter um animal de estimação, é fundamental escolher um pet que combine com nossa personalidade. Assim, será muito fácil compreender as necessidades de afeto e atenção do bicho para, então, nos adaptarmos a elas.

Por exemplo: os gatos são mais independentes do que os cachorros, se limpam com mais facilidade e também são mais silenciosos. Por outro lado, os cães tendem a demonstrar mais carinho e fidelidade para com seus donos, além de levarem um estilo de vida mais ativo.

Então, é preciso considerar esses aspectos na hora de escolher que tipo de animal você quer ter em sua companhia. Se você mora em um apartamento pequeno e passa pouco tempo em cassa, pode ser que os gatos sejam a melhor opção para o seu caso.

Mas se você pretende passar muito tempo com o animal, gosta de gastar energia com as brincadeiras, levar para passear etc, certamente vai se dar muito bem com um cãozinho! Apenas considere o tipo de raça, o temperamento e o porte do animal para se certificar de que ele se habituará bem ao novo lar.

Adapte sua casa para deixá-la segura ao animal

Instalar redes ou telas de proteção é indispensável quando pensamos em trazer um animal para dentro de casa, principalmente em se tratando de gatos. Felinos são caçadores natos e, por isso, tendem a se aproximar mais dos perigos das janelas e dos muros altos.

Por isso, o ideal é proteger todos os parapeitos do apartamento. Para quem está pensando em ter um cachorro, recomenda-se instalar as redes de proteção também nos locais de grades baixas, pois é muito comum que eles tentem escapar pelas frestas.

Via de regra, estes são os demais cuidados que você precisa ter com a segurança do pet, sejam eles gatos ou cães:

  • nunca posicione objetos, como panelas no fogão, com cabos virados para fora, pois o animal poderá derrubá-los acidentalmente;

  • guarde materiais de limpeza e demais produtos químicos em armários fechados, longe do alcance dos bichos;

  • certifique-se de que suas plantas não são tóxicas para o animal, já que ele poderá se interessar por elas;

  • jamais deixe sacolas espalhadas pela casa. Ao brincar com sacos plásticos, os pets podem sofrer asfixia;

  • ao trancar portas e armários, confira se o animal não está lá dentro, principalmente os gatos, que adoram se esconder no interior dos móveis.

Invista em brinquedos adequados

Essa regra vale ouro! Afinal, quem nunca desistiu de ter um bichinho só porque ouviu dizer que os pets destroem tudo dentro de casa? Mas não é bem assim! Na verdade, para evitar que o animal descarregue a energia em seus móveis ou objetos decorativos, basta investir em brinquedos específicos para eles.

Arranhadores para os gatos e bolinhas para os cachorros são os brinquedos mais comuns. Contudo, o mercado especializado está inovando cada vez mais para oferecer itens ainda mais divertidos para os pets. Que tal dar uma conferida?

Especifique locais para o animal

Gatos ou cachorros precisam ter locais específicos no apartamento para dormirem tranquilos. Por isso, posicione a cama deles em um local silencioso e de pouco tráfego na casa.

Para os dias mais frios, evite deixá-los em varandas ou lugares muito abertos. Além disso, aposte em cobertores para mantê-los quentinhos. Mesmo que o animal não se cubra com o item, o simples fato de ele deitar sobre o cobertor já ameniza o frio e garante o conforto.

Sobre dormir na cama do dono, isso não é necessariamente um problema. Mas você precisa estar ciente de que isso poderá se tornar um hábito para o bicho, de modo que será difícil fazê-lo dormir em outro lugar futuramente.

Quanto ao local onde os pets farão as necessidades, não há dúvidas: caixas de areia para os gatos e jornais ou tapetes higiênicos para os cães. Essa é a única maneira de garantir a praticidade na hora da limpeza e, também, o bem-estar dos bichos, além de evitar o mau cheiro pela casa.

No caso dos gatos, não é difícil ensiná-los a fazer o xixi e o cocô na caixinha, pois o instinto felino naturalmente os direciona para esse local. Quanto aos cachorros, essa tarefa poderá ser um pouco mais trabalhosa, mas, com um pouquinho de paciência e dedicação, o animal certamente entenderá o recado.

Cuide da saúde e do bem-estar do pet

Vacinação em dia, vermífugos adequadosalimentação balanceada e muito carinho! Com essa receita, certamente o seu pet não precisará ver o veterinário por muito tempo.

Mas, ao notar qualquer diferença no comportamento do peludo, não hesite em procurar esse profissional. Apenas os veterinários possuem a capacidade técnica para diagnosticar com exatidão as doenças dos pets, além de estarem aptos a prescrever o tratamento correto.

Se você estiver em dúvidas quanto à alimentação do animal, esses profissionais também poderão te ajudar indicando rações específicas para prevenir problemas como obesidade ou diabetes, por exemplo.

E lembre-se: quando estiver em casa, dedique um pouco do seu tempo para brincar com o bichinho diariamente. Nessas horas, tanto faz se você possui gato ou cachorro em apartamento, desde que você esteja sempre disposto a gastar um pouco de energia com eles. Pode apostar: tanto você quanto o pet sairão ganhando em bom humor e alto-astral!

Agora que você já sabe as reais necessidades de um gato ou cachorro em apartamento, aproveite para conhecer nossa loja e surpreenda seu pet com os melhores produtos do mercado!