Você já reparou como a cada dia cresce o número de pessoas que querem um pássaro de estimação? Pois saiba que isso não é à toa, viu?! Afinal, além da diversidade de espécies, as aves têm uma grande longevidade, são capazes de serem adestradas e podem se tornar grandes companheiras dos humanos.

Justamente por isso, é comum surgir dúvidas sobre qual delas adotar. Pensando nessa questão, reunimos 5 bichinhos que fazem bastante sucesso entre os tutores que se dedicam a criar aves. Acompanhe!

1. Papagaio

Começamos com o papagaio, que vive até 80 anos. Bastante popular, ele se torna a primeira escolha de muitas pessoas graças à frequência com a qual o vemos na TV, cinema e afins — o que faz com que adultos e crianças já tenham algum conhecimento sobre esse pássaro antes mesmo de tê-lo em casa.

Divertido e bastante inteligente, ele gosta de interagir, brincar e imitar os sons que escuta ao redor dele. Fora isso, o papagaio convive com facilidade com outros animais. Portanto,  é uma boa opção para quem deseja ter mais de um bicho de estimação no lar. 

2. Calopsita

A calopsita, por sua vez, chega a viver até 20 anos e é um ótimo pet para se ter em casa — especialmente por ser dócil e gostar de estar solta circulando pelos ambientes. Em alguns casos, essa ave pode se tornar bastante próxima do tutor e sofrer com a ausência dele.

Por isso, aqueles que resolvem ter esse pássaro tendem a criar não apenas um, mas sim um casal — inclusive, com o intuito de que se reproduzam. Além disso, vale ressaltar: calopsitas adoram cantar e assobiar ao longo do dia!

3. Cacatua

Outro pássaro de estimação que faz bastante sucesso é a cacatua — que é conhecida pela curiosidade aguçada e principalmente por ser bastante brincalhona. Além disso, é uma espécie bastante ativa — o que requer atenção da parte do tutor para que ela se exercite adequadamente.

Fora tudo isso, a Cacatua ainda rouba a atenção graças ao penacho colorido que costuma ser erguido em momentos de alegria e no acasalamento. Em média, esse bichinho vive de 70 a 80 anos.

4. Periquito

Já o periquito é um pássaro de estimação pequeno, com plumagem colorida, que vive cerca de 15 anos e passa a maior parte do tempo na própria gaiola ou pedestal — embora isso não o impeça de passear pela casa, socializar com as pessoas e receber muitos afagos. Aliás, ele adora carinho! 

Assim como acontece com as calopsitas, o periquito geralmente é criado com um parceiro, em especial para fins de acasalamento. Além disso, devido ao temperamento dócil, é ideal para quem tem crianças.

5. Coruja

Por fim, há um pássaro que é o desejo de muitos tutores que apreciam animais exóticos: a coruja. Contudo, saiba que é importante atender a diversos requisitos para garantir o bem-estar e a saúde dela. O primeiro deles é que ela precisa de mais espaço do que as outras espécies citadas neste post. Um aviário, por exemplo, é uma boa sugestão.

Além disso, ela deve se exercitar diariamente, visto que é uma ave de rapina. A alimentação dela também é diferenciada, pois se alimenta de pequenos roedores. Outro ponto relevante é que é essencial usar luva de proteção para a coruja pousar na sua mão. Do contrário, as garras afiadas podem causar acidentes.

Vale ressaltar também que a coruja vive entre 15 e 20 anos, é um bicho bastante fiel a quem cuida dela e dificilmente cria intimidade com outras pessoas e animais.

Viu só como não falta opção de pássaro de estimação? Por isso, escolha aquele bichinho com o qual mais se identifica e sempre leve em consideração que esse pet, geralmente, o acompanhará por toda vida. Ah, e não se esqueça: não incentive práticas ilegais! Apenas tenha uma ave se ela for legalizada pelo IBAMA e obtida exclusivamente por meio de lojas, criadores especializados ou criadouros credenciados pelo órgão!

E se gostou de saber mais a respeito desses animais incríveis, confira agora quais alimentos podem ser dados para o seu passarinho!